USP e Unifesp vão padronizar ensino e pesquisa em Medicina

As faculdades de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de São Paulo (USP) assinam hoje um convênio que prevê uma padronização nas áreas de ensino, pesquisa e assistência médica. Com isso, as escolas vão definir um currículo comum para a graduação, uma interação entre as residências e a união de projetos de saúde, oferecidos no Hospital São Paulo e no Hospital das Clínicas. "É um guarda-chuva completo para alunos e professores. Queremos estar ombro a ombro, e não de costas uma para a outra", afirma o reitor da Unifesp, o médico Ulysses Fagundes Neto. Para o diretor da Faculdade de Medicina da USP, Giovanni Guido Cerri, "é uma união de esforços para melhorar o ensino médico em duas grandes escolas, num momento em que esse passa por uma crise no País".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.