Vacina contra a dengue reduz em 60,8% o número de casos

Estudo realizado pela empresa Sanofi Pasteur teve a participação de mais de 20 mil voluntários de cinco países da América Latina

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2014 | 02h00

Uma vacina contra a dengue produzida pela farmacêutica Sanofi Pasteur reduziu em 60,8% o número de casos da doença em um estudo feito com 20.875 voluntários em cinco países da América Latina e Caribe, inclusive o Brasil.

O estudo, que teve os primeiros resultados divulgados nesta quarta-feira, 3, pela empresa, aponta ainda diminuição de 80,3% nas hospitalizações decorrentes das formas graves da dengue.

Os índices são levemente superiores aos verificados em estudo semelhante realizado na Ásia, cujos resultados foram divulgados em abril. Naquele continente, os casos foram reduzidos em 56% e o número de hospitalizações, em 77%.

Segundo Lucia Bricks, diretora de saúde pública da Sanofi Pasteur no Brasil, os resultados detalhados destes e de outros estudos feitos pela empresa avaliando a vacina serão publicados em revista científica em novembro. “Em seguida, vamos submeter o pedido de registro da vacina às autoridades regulatórias e esperamos consegui-lo em 2015”, diz.

De acordo com Lucia, os resultados de eficácia do produto são animadores se consideradas as metas da Organização Mundial da Saúde (OMS). “A meta é, até 2020, reduzir em 25% o número de casos e em 50% o número de mortes.”

Mais conteúdo sobre:
denguevacina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.