Vacina contra gripe aviária protege crianças

Sua eficiência já havia sido comprovada em adultos; no 21° dia, a taxa de proteção era de 75%

Reuters

22 de dezembro de 2008 | 19h02

Uma vacina para proteger contra a contaminação com o vírus da gripe aviária, que especialistas temem que se torne uma doença pandêmica em humanos, mostrou-se segura e eficiente em um teste clínico preliminar com crianças, refletindo os resultados de um teste recente conduzido em adultos, disseram os pesquisadores húngaros no Pediatric Infectious Disease Journal. Veja também: Taiwan confirma gripe aviária; Japão proíbe importações A Fluval (também chamada de vacina para gripe aviária A) foi desenvolvida e produzida pela Omninvest LTD, disseram Zoltan Vajo, do Centro Nacional de Imunologia e Alergia em Budapeste, e os co-autores.  Doze crianças saudáveis, de 9 a 17 anos de idade, receberam uma única dose de Fluval via injeção intramuscular. Não foram detectados efeitos colaterais.  No 21° dia, a taxa de proteção era de 75%. Resultados similares, usando a mesma vacina, foram reportados no ano passado em testes clínicos que envolveram 146 adultos.  Essa vacina preenche todos os critérios norte-americanos e europeus de licenciamento, disseram os autores. Eles também ressaltam a vantagem de que essa vacina requer apenas uma aplicação, diferentemente das outras vacinas já aprovadas, que precisam de mais doses.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdegripe aviária

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.