Vacinação contra a paralisia infantil é prorrogada em SP

Meta é imunizar 2,3 milhões de crianças entre seis meses e cinco anos incompletos; 1,8 milhão de doses já foram dadas

Paula Felix, O Estado de S. Paulo

02 Setembro 2015 | 11h54

SÃO PAULO - A campanha de vacinação contra a paralisia infantil foi prorrogada no Estado de São Paulo e as doses serão aplicadas até o próximo dia 9.

A vacina está disponível em 4.300 pontos de imunização em todo o Estado e é destinada a crianças entre seis meses e cinco anos incompletos.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, a meta é imunizar 2,3 milhões de crianças. Até o momento, 1,8 milhão receberam duas gotas da vacina Sabin.

De acordo com a pasta, não são registrados casos de poliomielite há 27 anos no Estado de São Paulo.

A poliomielite é uma doença infectocontagiosa que causa paralisia súbita, principalmente dos membros inferiores. Não há um tratamento específico, segundo o Ministério da Saúde, e a única forma de prevenção é a vacina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.