Camila Domingues/Palácio Piratini
Camila Domingues/Palácio Piratini

Vacinação contra gripe começa segunda no Amazonas, anuncia Bolsonaro

Campanha foi antecipada no Estado por alta no número de casos da doença antes do inverno

Lígia Formenti, O Estado de S.Paulo

14 de março de 2019 | 21h55

BRASÍLIA - Diante dos casos do surto de  H1N1, o Ministério da Saúde antecipou para a próxima segunda-feira, 18, o início da campanha de vacinação contra gripe no Amazonas. Os lotes deverão chegar neste fim de semana. Na primeira etapa deverão ser imunizados grupos prioritários, como crianças e gestantes.

Boletim divulgado nesta segunda mostra que o Estado contabilizou 91 casos da infecção, com 24 mortes. Há ainda outros 475 casos de síndrome gripal em investigação.

O início da  vacinação no Amazonas foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), em um vídeo divulgado nesta tarde. A antecipação já havia sido definida em fevereiro, como informou o Estado, justamente por causa do aumento atípico de casos na região. A campanha para todo o País deverá começar no fim de abril.

O pedido de antecipação da vacinação foi feita por governadores do Norte no fim de fevereiro. Para atender ao pedido, no entanto, era preciso que a vacina, produzida pelo Instituto Butantã, fosse concluída. O imunizante é preparado a partir da combinação de cepas do vírus que mais circularam no Hemisfério Norte. Justamente por isso, não há como preparar com muita antecedência a produção. Conforme o Estado havia antecipado, a expectativa era de que os primeiros lotes ficassem prontos em meados de março, uma previsão agora confirmada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.