Vacinação de idosos contra gripe começa dia 24

Todas as pessoas com mais de 60 anos podem se preparar para tomar a vacina contra o vírus influenza, causador da gripe. De 24 a 29 deste mês e de 2 a 5 de maio, a Secretaria de Estado da Saúde promove a "Campanha de Vacinação contra Gripe para o Idoso", em 6.300 postos no Estado. A meta é vacinar 2,4 milhões de pessoas, que são quase 70% dos 3,6 milhões de idosos de São Paulo. Segundo a coordenadora da Divisão de Imunização da secretaria, Helena Sato, o papel da vacina é prevenir as formas graves de infecção pelo vírus influenza. "A vacina reduz em 80% os riscos de graves infecções", explica. A vacina conta o influenza não tem contra-indicação nem causa reação. A aplicação é feita por meio de uma injeção intramuscular. "As reações adversas, como vermelhidão, dor e febre, são pouco comuns e não atingem 5% das pessoas vacinadas", afirma Sato. São necessárias duas semanas para que o organismo comece a desenvolver os anticorpos e quatro semanas para que a pessoa fique completamente imunizada. "É importante que o idoso tome a vacina todos os anos, porque a proteção vale por um ano, e o vírus sofre mutações." Durante a campanha, os idosos também poderão tomar a vacina dupla, contra tétano e difteria, e a vacina contra o pneumococo, bactéria causadora de pneumonia, otite, sinusite, faringite e meningite. Na rede particular, a vacina já está disponível e é indicada para todas as pessoas com idade superior a seis meses de idade. No laboratório Delboni Auriemo e nas unidades Lavoisier, a vacina custa R$ 44. Quem não tiver prescrição médica, passará por uma consulta antes da aplicação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.