Joedson Alves/Efe
Joedson Alves/Efe

Vacinados contra a covid-19 no Brasil chegam a 11,4 milhões, 5,43% da população

Nas últimas 24 horas, 508.366 pessoas receberam a vacina pela primeira vez, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

19 de março de 2021 | 20h23

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou nesta sexta-feira, 19, a 11.492.854, o equivalente a 5,43% da população total. Nas últimas 24 horas, 508.366 pessoas receberam a vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Entre os mais de 11 milhões de vacinados, 4.122.203 receberam a segunda dose, o que representa 1,95% da população com a vacinação completa contra o novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, 95.080 pessoas receberam essa dose de reforço. Somando as vacinas de primeira e segunda dose aplicadas, o Brasil aplicou 603.446 imunizantes nesta sexta-feira.

Em termos proporcionais, o Amazonas é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 9,11% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada no Pará, onde 3,18% receberam a vacina. Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (3,32 milhões), seguido por Minas (996 mil) e Bahia (858 mil).

UF Número de vacinados com ao menos a primeira dose Proporção de vacinados em relação ao total da população local
TOTAL 11.492.854 5,43%
AM 383.345 9,11%
SP 3.323.785 7,18%
DF 193.359 6,33%
MS 173.923 6,19%
RS 700.716 6,13%
PB 238.519 5,90%
BA 858.552 5,75%
PE 496.204 5,16%
CE 470.398 5,12%
ES 199.649 4,91%
PR 553.135 4,80%
RJ 833.020 4,80%
MG 996.660 4,68%
RN 164.167 4,65%
RR 28.862 4,57%
GO 324.481 4,56%
SC 321.238 4,43%
SE 102.364 4,41%
AC 39.375 4,40%
AL 136.622 4,08%
PI 129.911 3,96%
AP 33.262 3,86%
TO 60.692 3,82%
MA 264.085 3,71%
MT 127.735 3,62%
RO 62.468 3,48%
PA 276.327 3,18%

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.