Variante do HIV dos EUA veio do Haiti, dizem cientistas

Origem do vírus pode ajudar a prever mutações futuras, dizem responsáveis pela pesquisa

Neil Bowdler, BBC

30 de outubro de 2007 | 06h15

A variedade do vírus HIV que predomina nos Estados Unidos e na Europa é originária do Haiti, de acordo com uma equipe internacional de cientistas. Esse tipo de vírus passou do Haiti para os Estados Unidos por volta de 1969, antes de se propagar para mais longe, disseram os pesquisadores à publicação Proceedings of the US National Academy of Sciences. Eles esperam que essa informação possa ajudar a encontrar uma cura para a infecção pelo HIV - vírus que pode levar ao desenvolvimento de Aids. O "HIV-1 grupo M subtipo B" predomina nos Estados Unidos, na Europa e em vastas áreas da América do Sul, da Austrália e do Japão. A equipe examinou amostras de sangue armazenadas de cinco dos primeiros pacientes que desenvolveram Aids. Todos eram imigrantes haitianos nos Estados Unidos. Eles analisaram material genético de outros 117 pacientes de Aids de outras partes do mundo. Com estas informações, eles recriaram uma árvore genealógica do vírus, que acreditam mostrar que esta variedade foi para os Estados Unidos através do Haiti, provavelmente com uma única pessoa, por volta de 1969. Michael Worobey, da Universidade do Arizona, em Tucson, é um dos autores do estudo. Segundo ele, a nova pesquisa sugere que o HIV chegou primeiro ao Haiti em meados da década de 60 - provavelmente proveniente da África, de onde o HIV seria originário - antes de cruzar o oceano Atlântico até os Estados Unidos. "Por volta de 1966, o vírus começou a se propagar no Haiti", disse Worobey à BBC. "Poucos anos depois, uma variante do Haiti deu origem ao que acenderia um pavio e explodiria pelo mundo como a primeira pandemia de Aids de que tomamos ciência." Worobey e seus colegas agora querem ir mais para trás na genealogia do vírus. Sua suspeita é de que ele provavelmente chegou ao Haiti vindo do Congo, em haitianos que estavam trabalhando na África naquela época. Segundo Worobey, o conhecimento da origem desta e de outras variedades de HIV vai permitir aos cientistas prever como o vírus pode se modificar no futuro.   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
vírushivaidssidahaiticurapandemia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.