Vários aplicativos num celular só

Advogada começou a usar por conta própria e diz sentir bons efeitos

Wanise Martinez, estadao.com.br

10 de dezembro de 2011 | 17h00

No celular da advogada Maria Lídia Dias, de 30 anos, há um aplicativo para contar calorias, outro para combater a ansiedade e perder peso e mais um para relaxar na hora de dormir. Ela, que sempre procurou formas alternativas de melhorar a qualidade de vida agora usa os recursos da tecnologia. "Comecei a usar por conta própria e senti bons efeitos. Também assisto DVDs para praticar exercícios. Como sempre tive uma vida ativa, não acho necessário procurar um médico", explica.

De acordo com Luciana Palombini, especialista em medicina do sono do Instituto do Sono, em São Paulo, não há contraindicação em usar aplicativos que oferecem músicas relaxantes na hora de dormir. "Os aplicativos não são validados cientificamente. A pessoa pode até se sentir bem ao ouvir uma música relaxante, mas não é isso que garante um sono de melhor qualidade. Isso só pode ser verificado por um profissional da área", diz ela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.