Arquivo/AE
Arquivo/AE

Vietnã sacrifica milhares de aves para evitar surto de gripe

Animais infectados foram encontrados em seis províncias; autoridades pedem que tailandeses evitem o consumo

Efe,

10 Fevereiro 2010 | 09h00

Dezenas de milhares de patos e frangos foram sacrificados no Vietnã para diminuir o perigo de um surto de gripe aviária antes das celebrações pelo Tet, o Ano Novo Lunar vietnamita, anunciou nesta quarta-feira, 8, o Governo do país.

Veja também:

linkIndonésia anuncia mais 15 mortes por gripe aviária em 2009 

 

Os animais infectados foram encontrados em seis províncias. Em apenas uma delas, a de Ha Tinh, a epidemia começou há um mês, e já matou mais de 14 mil animais.

 

O ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural vietnamita, Cao Duc Phat, pediu às autoridades provinciais e locais que adotem medidas de precaução extraordinária para impedir que o surto se estenda a todo o centro do país durante o Tet.

 

Phat também recomendou aos habitantes do país que evitem comer animais mortos ou doentes e procurem imediatamente um médico ao notarem qualquer sintoma da doença, como febre ou tosse.

 

O consumo de grandes quantidades de frango é tradição no país durante o Ano Novo Lunar.

 

O Vietnã não registra uma morte humana por gripe aviária desde dezembro do ano passado, mas continua sendo o segundo país mais afetado no mundo pela doença, com 57 vítimas mortais confirmadas, superadas só pelas mais 100 da Indonésia.

Mais conteúdo sobre:
Vietnagripe aviaria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.