Efe
Efe

Zuma revela que não tem aids e encoraja sul-africanos a fazer teste

Presidente sul-africano teve resultado negativo no quarto teste consecutivo a que se submeteu

Efe

26 Abril 2010 | 11h46

O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, teve um resultado negativo no quarto teste consecutivo de Aids a que se submeteu, no dia 8 de abril, e cujos resultados decidiu revelar por causa do início da campanha nacional para que os sul-africanos se submetam aos testes.

 

Veja também:

linkPessoas HIV positivas são mais vulneráveis à bactéria salmonela 

linkChina deve abolir lei que proíbe entrada de portadores do HIV 

 

O presidente sul-africano, polígamo declarado, é pai de 20 filhos e casou pela quinta vez este ano em uma cerimônia tradicional. Pouco depois revelou que tinha concebido outro filho com a filha de um de seus melhores amigos.

 

Zuma também foi capa de todos os jornais em 2006 após declarar que tinha praticado sexo com uma mulher soropositiva e que não tinha preocupação nenhuma porque depois tinha tomado uma ducha.

 

O presidente sul-africano disse neste domingo, 25, que um bilhão de preservativos foram distribuídos pelo país, um dos mais afetados pela pandemia de HIV/Aids no mundo, número que contrasta com os 450 milhões de preservativos distribuídos ano passado.

 

O objetivo da campanha é fazer com que 15 milhões de pessoas façam o teste em pouco mais de um ano e assim reduzir o estigma social a que os soropositivos são submetidos pelo resto da população.

 

"Temos que trabalhar duro para conseguir que todos os sul-africanos entendam que as pessoas com HIV/Aids não cometeram nenhum crime. Temos que fomentar o conhecimento da epidemia para proteger os indivíduos afetados e suas famílias", disse Zuma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.