1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Sobe para 12 o número de casos de H1N1 na região de Rio Preto

- Atualizado: 02 Fevereiro 2016 | 13h 38

Vírus foi confirmado como causa de duas mortes ocorridas neste ano em Santa Adélia e Tabapuã; alta incidência preocupa

SOROCABA - Uma mulher internada em ala de isolamento do Hospital de Base de São José do Rio Preto é a 12ª vítima do H1N1 nessa região do interior de São Paulo, este ano. O caso, confirmado nesta segunda-feira, 1, é o primeiro na cidade. Segundo a Secretaria de Saúde de Rio Preto, a mulher pegou a doença em Catanduva, cidade que concentra o maior número de casos. O vírus foi confirmado como a causa de duas mortes ocorridas este ano na região, em Santa Adélia e Tabapuã, respectivamente. 

De acordo com a Vigilância Epidemiológica de Catanduva, foram notificados 34 casos suspeitos da doença este ano na própria cidade e no entorno. A alta incidência em pleno verão causa preocupação, pois a doença é mais comum no inverno. O vírus H1N1 causa doença respiratória aguda e contagiosa.

Em 2009, a Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu alerta de pandemia do H1N1 por considerar a situação alarmante

Em 2009, a Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu alerta de pandemia do H1N1 por considerar a situação alarmante

Em 2009, a Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu alerta de pandemia por considerar a situação alarmante, como ocorre neste momento com o zika vírus.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em SaúdeX